Notícias ACIC

Notícias, informações e conteúdo que esclarece e forma opinião.

05.07.2018 - Indústria

Lideranças regionais participam de Encontro Nacional da Indústria, em Brasília

Lideranças  regionais participam de Encontro Nacional da Indústria, em Brasília

Santa Catarina participou do Encontro Nacional da Indústria (ENAI), promovido em Brasília, nesta terça e quarta-feira (dias 3 e 4), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Gilberto Seleme, vice-presidente Regional da FIESC integrou a comitiva catarinense, junto com Moacir José Salamoni, presidente da ACIC, Juliane Seleme, presidente do Sindicato do Mate de Canoinhas e Eliandro Pazin, presidente eleito da ACIAV.

A agenda da indústria para o desenvolvimento foi pontuada já na abertura do ENAI pelo presidente da CNI, Robson Braga de Andrade. Ele falou dos desafios a serem enfrentados pelos governantes que serão eleitos em outubro para a consolidação de um ambiente de negócios que contribua para aproximar o Brasil do grupo de países desenvolvidos.

No primeiro dia do evento, foram realizados painéis que discutiram o momento político e econômico do País. No segundo dia, os industriais participantes puderam conhecer as propostas dos pré-candidatos à presidência da República: Geraldo Alckmin, Marina Silva, Jair Bolsonaro, Henrique Meirelles, Ciro Gomes e Álvaro Dias. “Pudemos repassar os aspectos mais críticos relacionados ao aumento da competitividade e produtividade da indústria”, analisou o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, que liderou a comitiva composta por 73 integrantes.

“Todos os pré-candidatos reconhecem a necessidade das reformas estruturantes para o País, principalmente a fiscal e a previdenciária; o desafio é implantá-las”, comentou o vice-presidente e presidente eleito da FIESC, Mario Cezar de Aguiar.

DESAFIOS E SOLUÇÕES – Andrade falou ainda da importância do Mapa Estratégico da Indústria 2018-2022, um documento que deu origem a 43 estudos que apresentam diagnósticos e propõem soluções para os entraves à competitividade do país e para a consolidação de uma indústria inovadora, global e sustentável.

Ele reafirmou a urgência da reforma da previdência e apontou como obstáculos ao desenvolvimento do País questões como a falta de governança no poder público, a insegurança jurídica, a deterioração da segurança pública e seus efeitos sobre a cidadania e a atividade produtiva e a necessidade de um salto na qualidade da educação. São temas a serem levados aos candidatos nas eleições de 2018.

O presidente Michel Temer, presente no evento, reforçou a importância de o ENAI ocorrer às vésperas do período eleitoral, ao trazer a público e para os concorrentes ao Palácio do Planalto o conjunto de propostas do setor produtivo. “É preciso ousadia para realizar as reformas que contribuem para o desenvolvimento do país. Fizemos reformas e colocamos a reforma da Previdência na pauta política do país”, destacou.

No primeiro painel do dia, o ex-presidente do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, destacou que o Brasil e o mundo vivem um momento de fragmentação, fruto de questões culturais e do próprio desenvolvimento tecnológico. “Em algum momento, vamos ter que ter alguma coesão, pensar no coletivo”, afirmou FHC.

O professor de Direito Constitucional Joaquim Falcão complementou que a mesma fragmentação se apresenta também na Justiça, referindo-se às diferentes decisões tomadas pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). “Talvez tenhamos 15 STFs – os 11 ministros, mais a presidência, as duas turmas e o pleno”, disse. Ele colocou o que chamou de “incerteza decisória” da corte máxima da Justiça Brasileira em paralelo à insegurança jurídica citada pelos industriais como um obstáculo ao desenvolvimento.

No mesmo painel, Pedro Parente, presidente da BR Foods, afirmou que o próximo presidente da República somente poderá conduzir o Brasil às mudanças necessárias se tiver “uma liderança inconteste, um carisma positivo”.

PROJETOS DE SC DE APOIO À COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA

Projetos de apoio à competitividade da indústria e para cidades inteligentes, produtos inovadores e iniciativas de apoio à saúde e segurança do trabalhador desenvolvidos em Santa Catarina pelo SESI e SENAI, entidades da FIESC, foram expostos em Brasília, durante o Encontro Nacional da Indústria (ENAI), e na Olimpíada do Conhecimento.


/Galeria de Fotos