Notícias ACIC

Notícias, informações e conteúdo que esclarece e forma opinião.

27.09.2018 - Pleitos

Regional Meio Oeste finaliza entregas do Voz Única

Regional Meio Oeste finaliza entregas do Voz Única

O último evento que compõem o Road Show de entrega do documento Voz Única aconteceu na noite desta quinta-feira, 27/9, em Caçador.Candidatos a deputado estadual e federal que representam a região Meio Oeste receberam da Facisc e das associações empresariais da região o documento Voz Única. A cartilha, que tem mais de 700 demandas do setor produtivo, traz um resumo das prioridades do empresários filiados às entidades que fazem parte da federação. O evento aconteceu na sede da Associação Empresarial de Caçador -ACIC.

O presidente da Federação, Jonny Zulauf,ressaltou que o Voz Única é uma iniciativa apartidária, facilitadora do entendimento das necessidades de cada região de SC, do ponto de vista da classe produtiva, para promoção do desenvolvimento socioeconômico catarinense. “É uma pesquisa rica e completa que representa o que os mais de 80 mil empreendedores que fazem parte do nosso Sistema almejam para o nosso Estado”.

O presidente da ACIC, Moacir José Salamoni,falou da importância da presença dos candidatos. “A presença de vocês aqui demonstra o quanto este estudo faz diferença e sabemos que poderemos contar com aqueles que forem eleitos no comprometimento com as nossas causas”. Ele pediu que além dos pleitos considerados na Cartilha que os candidatos olhem com atenção para o aeroporto de Caçador.

Os 65 pleitos da Regional Meio Oeste, composta de 11 associações empresariais, foram apresentados pelo vice-presidente regional Amarildo Niles. O empresário destacou as prioridades da região. “Se os candidatos analisarem esta pesquisa é um plano de governo. Pedimos o básico.Não queremos mais obras, sem que tenhamos a manutenção do que já temos,manutenção de escolas e rodovias já existentes”. Além disso, a região definiu entre as suas prioridades a modernização na educação, segurança, saúde e a redução da máquina pública. “Santa Catarina já esteve melhor. Precisamos mudar isso e só vocês podem nos ajudar”, conclamou Niles.


Prioridades do Meio Oeste

As associações empresariais de Arroio Trinta,Caçador, Campos Novos, Capinzal, Curitibanos, Fraiburgo, Joaçaba, Salto Veloso,Tangará, Treze Tílias e Videira apresentaram 65 pleitos da região. A infraestrutura ficou com 55,38% das reivindicações seguida de Educação e Inovação com 15,38%.

As associações destacaram entre os itens, cinco prioridades:

1. Modernizar a metodologia do sistema de ensino para acesso às novas tecnologias, com vistas ao desenvolvimento e empreendedorismo.

2. Melhorar infraestrutura policial,principalmente nestas atividades: - Incentivar o ingresso na carreira policial,a fim de aumentar o efetivo nos municípios. - Investir em armas e veículos.Investir em Inteligência policial, através de tecnologia e sistemas de monitoramento interligados.

3. Redução da máquina pública, principalmente nos seguintes quesitos: - Reduzir verbas de gabinete. - Fim dos cartões corporativos. - Fim de privilégios exclusivos para os políticos. - Fim dos planos de saúde e pensões vitalícias para os políticos. - Reduzir o número de deputados estaduais, federais e senadores. - Fim do fundo partidário.

4. Regionalizar a saúde, investindo nas especialidades médicas de cada município, evitando deslocamentos de pacientes e reduzindo custos para o município e riscos para os cidadãos.

5. Conclusão e manutenção das principais obras da região, como escolas e rodovias.

Conheça o documento completo com as demandas da Serra Catarinense em: https://www.vozunica.org.br/meiooeste

 

Demandas das Mulheres e Jovens Empresários

A vice-presidente regional do Meio Oeste do Conselho Estadual da Mulher Empresária, Joelma Giazoni, destacou a disparidade salarial em Santa Catarina. Ela pediu que seja feita através de projeto de Leia igualdade entre salários e a inclusão do empreendedorismo na grade curricular das escolas brasileiras e catarinenses.

A representante do Cejesc, Rafaela Ventz,vice-coordenadora do Núcleo de Jovens Alcateia da ACIC, apresentou as demandas dos jovens empreendedores. O Conselho do Jovem Empreendedor de SC pede a simplificação para a abertura de empresas e a criação de lei que isente as MPEsde impostos nos dois primeiros anos, o estímulo ao empreendedorismo através de incubadoras e o desenvolvimento de um programa de capacitação e educação empreendedora.

Documento Voz Única

A Facisc apurou 702 demandas dos empresários,nos setores de infraestrutura, gestão pública, questões tributárias, segurança,educação, saúde, entre outros. A infraestrutura é um dos maiores destaques.Foram 331 pedidos feitos de melhorias na área, com foco nas rodovias que cruzam Santa Catarina. “Precisamos mais atenção de cada um dos eleitos a esses pontos apresentados”.

O segundo maior destaque é a gestão pública. Ao todo, foram apontadas 95 demandas nesse setor, com foco principalmente em políticas públicas e gestão da máquina do governo. No terceiro e no quarto lugar aparecem questões tributárias e a segurança pública, respectivamente.Sobre os tributos, destaca-se a necessidade de foco na estrutura tributária ena distribuição de recursos federais para o Estado.